Please use this identifier to cite or link to this item: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/9277
metadata.dc.type: Artigo
Title: Identificando correntes teóricas de planejamento : uma avaliação do Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab)
Authors: Silveira, Rogério Braga
Heller, Léo
Rezende, Sonaly
metadata.dc.publisher.place: Rio de Janeiro
Publisher: FGV
Issue Date: 2013
metadata.dc.relation.ispartof: Revista de Administração Pública
Citation: SILVEIRA, Rogério Braga; HELLER, Léo; REZENDE, Sonaly. Identificando correntes teóricas de planejamento: uma avaliação do Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab). Revista de Administração Pública [recurso eletrônico], Rio de Janeiro, v. 47, n. 3, p. 601-622, maio/jun. 2013. Disponível em: <http://dspace/xmlui/bitstream/item/9728/8016.pdf?sequence=1>. Acesso em: 07 mar. 2014.
Abstract: O planejamento público no Brasil, em particular no campo do saneamento básico, vem se pautando por diferentes linhas teórico-metodológicas, nem sempre explícitas, sendo relevante um esforço de identificação das matrizes que estruturam o conteúdo dos diferentes planos desenvolvidos, uma vez que diferentes matrizes podem conduzir a diferentes implicações em sua implementação. Neste trabalho, avalia-se o Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab), utilizando, para tanto, um modelo de avaliação no qual se buscam identificar os princípios que fundamentaram sua elaboração, comparando-os com os valores defendidos por seis escolas de planejamento com destaque na atualidade. Foram priorizadas quatro categorias analíticas: metodologia, diagnóstico, participação da sociedade e visão de futuro. A comparação permitiu avaliar a coerência entre princípios que direcionaram a proposta inicial do planejamento e os realmente assumidos em cada uma das suas fases de elaboração, mostrando alinhamento do plano com correntes que preveem processo participativo, visão estratégica e visão de futuro capaz de lidar com incertezas.
metadata.dc.description.translated: Public planning in Brazil, particularly in the basic sanitation field, has been ruled by diverse theoretical- methodological approaches, not always explicit, while an effort on the identification of matrices which structure the content of the different developed plans is relevant, once different matrices may conduct to different implications during their implementation. In this article, the Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab) is assessed, using, for that, an assessment model in which it is aimed to identify the principles underlying the plan elaboration, comparing them with the values defended by six planning schools, prevailing currently. Four analytical categories were prioritized: methodology, diagnosis, society participation, and future vision. The comparison has allowed the evaluation of the coherence between the principles which directed the initial planning proposal and the ones which were really undertaken in each of the elaboration phases, showing alignment of the plan with lines of thought that advocate participative process, strategic view and future view capable of dealing with uncertainties.
Keywords: Brasil. Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab)
Saneamento básico - Planejamento - Avaliação - Brasil
Saneamento básico - Política - Brasil
Planejamento estratégico - Brasil
Participação social - Brasil
Planejamento - Metodologia
metadata.dc.subject.planning: Saneamento Básico
metadata.dc.identifier.other: 126746
URI: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/9277
metadata.dc.identifier.classification: 628
metadata.dc.language: Português (Brasil)
Appears in Collections:Revista de Administração Pública

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
8016.pdf198,67 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.