Please use this identifier to cite or link to this item: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/9273
metadata.dc.type: Artigo
Title: O uso da teoria de stakeholders em uma análise da etapa de formulação da Política Nacional de Medicamentos
Authors: Machado, Samara Haddad Simões
metadata.dc.publisher.place: Rio de Janeiro
Publisher: FGV
Issue Date: 2013
metadata.dc.relation.ispartof: Revista de Administração Pública
Citation: MACHADO, Samara Haddad Simões. O uso da teoria de stakeholders em uma análise da etapa de formulação da Política Nacional de Medicamentos. Revista de Administração Pública [recurso eletrônico], Rio de Janeiro, v. 47, n. 3, p. 543-565, maio/jun. 2013. Disponível em: <http://dspace/xmlui/bitstream/item/9717/8992-19953-1-PB.pdf?sequence=1>. Acesso em: 07 mar. 2014.
Abstract: A Política Nacional de Medicamentos (PNM), aprovada pela Portaria GM/MS no 3.916/1998, apresentou ao país um novo paradigma de assistência farmacêutica, no setor Saúde. A partir desse contexto,objetivou-se analisar a etapa de formulação da referida política no âmbito do governo federal, no que tange aos atores (stakeholders) envolvidos neste processo. Para a análise dos resultados, integraram-se ao trabalho a teoria institucional, o modelo de análise do ciclo das políticas públicas, a teoria de stakeholders e os conceitos relacionados à governança e processo decisório. Foi utilizado o método qualitativo de pesquisa, por meio da análise de conteúdo de documentos formais e entrevistas com atores da sociedade, academia e governo. Foram identificadas seis arenas decisórias e respectivos atores envolvidos na formulação da PNM, discutindo aspectos de legitimidade, poder e urgência.
metadata.dc.description.translated: The National Drug Policy (PNM) in Brazil, approved by Decret GM/MS no 3.916/1998, has presented a new paradigma of pharmaceutical care, in the area of the Health Sector. From this context, the objective was to analyze the formulation stage of the policy under the federal government regarding the actors (stakeholders) involved in this process. To analyze the results, were integrated the institutional theory to work, the model cycle analysis of public policy, stakeholder theory and concepts related to governance and decision making. Were used qualitative research method, by analyzing the content of formal documents and interviews with actors in society, academia and government. Were identified six decision-making arenas and their stakeholders in the formulation of the PNM, discussing aspects of legitimacy, power and urgency.
Keywords: Política de saúde - Brasil
Medicamento - Brasil
Processo decisório - Brasil
Participação social - Brasil
Políticas públicas - Análise - Modelo
metadata.dc.subject.planning: Saúde Pública
metadata.dc.identifier.other: 126743
URI: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/9273
metadata.dc.identifier.classification: 614
metadata.dc.language: Português (Brasil)
Appears in Collections:Revista de Administração Pública

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
8992-19953-1-PB.pdf193,37 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.