Please use this identifier to cite or link to this item: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/40506
metadata.dc.type: Artigo
Title: OLIVEIRA, Fabrício Augusto de. Governos Lula, Dilma e Temer: do espetáculo do crescimento ao inferno da recessão e da estagnação. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2019.
Authors: Carneiro, Ricardo
metadata.dc.publisher.place: Belo Horizonte
Publisher: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Issue Date: 2019
Citation: CARNEIRO, Ricardo. OLIVEIRA, Fabrício Augusto de. Governos Lula, Dilma e Temer: do espetáculo do crescimento ao inferno da recessão e da estagnação. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2019.Cadernos da Escola do Legislativo, Belo Horizonte , v.21, n.36, p. 165-179, jul./dez. 2019.
Abstract: O livro tem como tema central a politica econômica adotada no Brasil no período 2003-2018 e busca explicações para o comportamento da economia, que transita do crescimento para a recessão, seguida da estagnação. Argumenta que não há diferenças substantivas nas estratégias dos governos Lula e Dilma, caracterizadas pelo alinhamento à política macroeconômica de estabilização prescrita pela ortodoxia, em combinação com a ausência de esforços mais efetivos de realização de reformas estruturais capazes de assegurar o crescimento da economia em bases sustentáveis. Relaciona os resultados distintos no tocante ao desempenho da economia obtidos por esses governos às características cambiantes dos contextos externo e interno, com destaque para a perda de dinamismo da economia mundial no rastro da crise do subprime. Mostra que o alinhamento à ortodoxia persiste no governo Temer, ao lado de esforços reformistas de cunho neoliberal, voltados ao ajuste fiscal. A pretendida retomada do crescimento não se materializa, com a substituição da recessão pela estagnação, e dificilmente irá se materializar sem a mudança do modelo de desenvolvimento.
metadata.dc.description.translated: The central theme of the book is the economic policy adopted in Brazil between 2003 and 2018, and it seeks explanations for the economy behaviorwhich moves from growth to recession, followed by stagnation. It argues that there are no substantive differences in the strategies of the Lula’s and Dilma’s Governments, both characterized by their alignment with the macroeconomic stabilization policy prescribed by orthodoxy, in combination with the absence of more effective efforts to carry out structural reforms capable of ensuring the economy growth on a sustainable basis. It relates the different results regarding the economy performance obtained by the mentioned governments to the changing characteristics of the external and internal contexts, with emphasis on the loss of dynamism of the world economy in the wake of the subprime crisis. It shows that the alignment with orthodoxy persists in the Temer’s Government, alongside neoliberal reformist efforts aimed at fiscal adjustment. The intended resumption of growth was not achieved, with the replacement of recession by stagnation. Moreover, it is unlikely to materialize without changing the development model.
Keywords: Política e governo - Brasil
Política econômica - Brasil
URI: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/40506
metadata.dc.language: Português (Brasil)
Appears in Collections:Cadernos da Escola do Legislativo, v. 21, n. 36, jul./dez. 2019

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
n.36-Governos Lula, Dilma e Temer-Capitulo5.pdf612,09 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.