Please use this identifier to cite or link to this item: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/34529
metadata.dc.type: Artigo
Title: Participação, controle social e superação da corrupção
Authors: Garcia, Leice Maria
metadata.dc.publisher.place: Belo Horizonte
Publisher: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Issue Date: 2018
Citation: GARCIA, Leice Maria. Participação, controle social e superação da corrupção. Cadernos da Escola do Legislativo, Belo Horizonte, v. 20, n. 34, p. 11-38, jul./dez. 2018.
Abstract: Este ensaio aborda a questão da participação e do controle social no contexto atual de enfrentamento da corrupção no Brasil. O objetivo é problematizar o fenômeno da corrupção para identificá-lo como questão de sociedade, verificar as possibilidades de enfrentamento desse problema e discutir seus limites de superação no contexto atual do País. O referencial teórico inclui a teoria da ação coletiva de Alexis de Tocqueville e as perspectivas de Bo Rothstein e de Alina Mungiu-Pippidi para a discussão do fenômeno enquanto problema de ação coletiva. As principais contribuições são a explicitação da condição da corrupção sistêmica como problema de sociedade e a evidenciação de que o contexto atual brasileiro apresenta riscos para a democracia, por conta da fragilidade da noção de coletividade e da elevada prevalência da lógica particularista nas relações sociais.
metadata.dc.description.translated: This essay addresses the issue of participation and social control in the current context of confrontation of corruption in Brazil. The purpose of this study is to problematize the phenomenon of corruption, in order to identify it as a society issue and to verify any limits in overcoming this problem in the current context of the country. The theoretical framework includes Alexis de Tocqueville’s theory on Collective Action and the perspectives of Bo Rothstein and Alina Mungiu-Pippidi on the discussion of this phenomenon as a problem of collective action. The main contributions of the paper are the explanation of systemic corruption as a society problem and the demonstration that the current Brazilian context presents risks to democracy, due to the fragility of the notion of collectivity and the high prevalence of a particularistic logic in social relations.
Keywords: Participação social
Corrupção - Brasil
Sociedade civil
Controle social
Combate à corrupção
metadata.dc.subject.planning: Política
URI: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/34529
metadata.dc.language: Português (Brasil)
Appears in Collections:Cadernos da Escola do Legislativo, v. 20, n. 34, jul./dez. 2018

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Capitulo1.pdf354,62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.