Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/1261
Tipo: Artigo
Título: Território e geopolítica nas Minas Gerais do século XIX
Autor(es): Espindola, Haruf Salmen
Local: Belo Horizonte
Editora: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Data do documento: 2009
Está contido: Cadernos da Escola do Legislativo, Belo Horizonte, v. 11, n. 16, p. 71-88, jan./jun. 2009.
Notas: Texto redigido com base na transcrição da palestra proferida no evento Formação do Povo Mineiro, que integrou a programação do Pensando em Minas da Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais.
Citação: ESPINDOLA, Haruf Salmen. Território e geopolítica nas Minas Gerais do século XIX. Cadernos da Escola do Legislativo, Belo Horizonte: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, v. 11, n. 16, p. 71-88, jan./jun. 2009.
Resumo: A relação entre território e geopolítica pode ser apreendida no processo de formação histórica de longa duração. O território é o resultado do conhecimento, ocupação e posse, isto é, de estratégias de permanência de população e processos sociais vinculados a um centro de poder, ao longo do tempo, em um determinado espaço. Acompanhar o processo formador das Minas Gerais permite conhecer a geopolítica que fundamentou a construção da unidade político-territorial que se impôs, apesar da diversidade produzida pelas várias frentes de ocupação que avançaram sobre os sertões mineiros. Para se perceber essa construção concentrou-se a atenção sobre as ações governamentais dirigidas ao Sertão do Rio Doce, porém não desconsiderando outros sertões: Retiro da Mandioca (Sul de Minas), Farinha Podre (Triângulo Mineiro), São Francisco, entre outros.
Resumo em outro idioma: Territory and geopolitics relationships can be apprehended in the historical formation process of long duration. Territory is the result of knowledge, occupation and ownership meaning strategies of population permanence and social process linked to a central power, as time passes, in a determinate space. To follow the formative process of Minas Gerais allows us to know the geopolitcs that constitute the fundamentals of the construction of the political and territorial unity taht came to be predominant, in spite of diversity caused by the numerous occupation fronts that extended over the “sertões” of this state. To clarify this construction, attention was placed over governamental actions directed to the “Sertão do Rio Doce”, and taking in consideration, on the other side, other “sertões” such as the “Retiro da Mandioca” (south of Minas), “Farinha Podre” (region of the “Triângulo Mineiro”), “São Francisco”, and many others.
Assunto: Geopolítica - Minas Gerais - Século XIX - História
Integração regional - Minas Gerais - Século XIX - História
ISSN: 1676-8450
URI: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/1261
Número de classificação (CDU): 911.3:32:71(815.1)
Idioma: Português (Brasil)
Aparece nas coleções:História (Memória)
Cadernos da Escola do Legislativo, v. 11, n. 16, jan./jun. 2009

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
0001261.pdfTerritório e geopolítica nas Minas Gerais do século XIX167,07 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.